Domingo, 28.02.10

Bavaroise de café


 

Receita Ingredientes
Açúcar: 150 g
Café moído fino: 50 g
Ovo: 2
Gelatina: 4 folhas
Baunilha: 1 vagem
Nata: 3,5 dl
Leite: 2 dl
Licor: q.b.

Preparação
Deixe as folhas de gelatina a amolecer em água fria. Coloque o leite ao lume. Quando levantar fervura deite o café e a baunilha. Deixe repousar, tapado, durante 15 minutos.
Numa tigela, bata 100 g de açúcar com as gemas. Adicione o leite e leve tudo a lume brando, sem deixar ferver. Acrescente a gelatina e continue a mexer. Quando o creme estiver espesso, deite-o numa taça e deixe arrefecer.
À parte, bata as natas com o restante açúcar. Envolva o preparado na mistura anterior, com cuidado. Humedeça uma forma de bavaroise com licor, deite a mistura e leve ao frigorífico por duas horas. Desenforme pondo a forma em água quente. Enfeite com grãos de café.

 

publicado por Chicailheu às 09:50 | link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Ingredientes:

Folhas de massa de arroz (rice paper)
Carne de vaca picada
Cebola picada
Alho picado
Caril em pó Mistura de pimentas
Pimenta Caiena
Cominhos moídos
Açafrão moído
Pimenta da Jamaica
Azeite
Sal grosso
Salsa picada

 

Para o recheio, coloca-se numa panela os condimentos (caril em pó, mistura de pimentas, pimenta Caiena, cominhos moídos, açafrão moído, pimenta da Jamaica e sal grosso, tudo muito bem moído no almofariz) sobre um lume muito brando. Quando se começar a sentir os maravilhosos aromas das especiarias, acrescenta-se um pouco de azeite, a cebola picada, e o alho picado (nesta ordem).

Depois de a cebola estar um pouco caramelizada (não deixar queimar o alho), junta-se a carne picada, mistura-se bem e antes que fique completamente cozinhada, acrescenta-se a salsa picada, tapa-se e desliga-se o lume.

Enquanto a carne ganha sabor, prepara-se a massa de arroz da seguinte forma: mergulha-se, uma a uma, cada folha num recipiente com água morna e retira-se logo de seguida colocando-a em cima de um pano seco. Reserva-se cerca de 2 minutos. De seguida, recheia-se a massa e dobra-se de forma a criar um pequeno triângulo (ou outra forma que preferir).

Depois, fritam-se as chamuças numa frigideira, com óleo bem quente, até ficarem douradas, retiram-se e colocam-se em papel absorvente antes de as servir. Eu acompanhei as chamuças com arroz basmati salteado com coentros e alho. Bom apetite!


Eu gosto muito de Chamuças...mas agora é só olhar!

tags:
publicado por Chicailheu às 09:43 | link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

scraps montagens

 

Um delicioso Domingo para os Gulososo e não só!

 

publicado por Chicailheu às 09:40 | link do post | comentar | favorito
Sábado, 27.02.10

 

Couves com azeite e alho
 

Este acompanhamento, para um prato de safio grelhado, couves galegas cozidas e temperadas com azeite e alho. As couves confeccionadas assim souberam muito bem. Surpreendeu-me até ver a couve galega ser servida como acompanhamento, normalmente aparece nos restaurantes, na grande maioria das vezes, apenas na sopa de caldo verde. Como gostei da ideia, um destes dias cá em casa tentei reproduzir.


 

publicado por Chicailheu às 09:57 | link do post | comentar | favorito

Couve é o nome vulgar, genérico, das diversas variedades da espécie Brassica oleracea L., pertencentes à família das Crucíferas.

 

A nível mundial, a sua produção é liderada pela China, com quase 50% do total, ocupando a Índia o segundo lugar com uma importância de 9%. A União Europeia tem uma quota na produção mundial de 7% e a Federação Russa de 6%.

 

Em Portugal, as couves cultivam-se por todo o país, não sendo exigentes em solos e produzem melhor em solos de pH neutro e em climas amenos e temperados. No entanto, as áreas de mercado mais representativas são o Oeste, Póvoa do Varzim-Esposende e Aveiro. No total, ocupam uma área cultivada de cerca de 10.000 hectares, sendo que a couve lombarda e a couve repolho representam quase 50% da área total.

Às tradicionais couves lombarda, penca, portuguesa, roxa, flor, tronchuda, repolho, brócolo e nabo (cabeça e grelo), juntaram-se recentemente a couve chinesa, de Bruxelas e Spitzkool que, embora com pouca procura, se vão impondo ao paladar português.

 

A importância desta família de hortaliças reside no seu conteúdo em compostos de enxofre, considerados como potentes antioxidantes que ajudam a prevenir doenças.

São muito nutritivas pela sua riqueza em vitaminas e minerais, como cálcio e magnésio. O seu alto teor em água faz com que sejam alimentos com baixo aporte calórico. Também abundam na sua contituição os higratos de carbono e as fibras, seguidos de uma menor proporção em proteínas e gorduras.

Na culinária, são frequentemente utilizadas em sopas, cozidas, em saladas como guarnição ou também em conserva, como é o caso do Choucrute.

 

As couves têm normalização obrigatória, mas nem sempre estão de acordo com as suas regras, nomeadamente no que diz respeito à embalagem, calibragem e apresentação, o que as desvaloriza quando confrontadas com igual produto vindo da União Europeia.

No mercado do Porto, a couve Penca ocupa um lugar primordial em termos de procura e volumes transaccionados, o mesmo acontecendo nos mercados do Sul com a congénere couve portuguesa.

A comercialização das couves, em geral, é feita por operadores comerciais e Organizações de Produtores, que colocam o produto junto de junto das cadeias de pequena e média dimensão. São também de considerar as transacções realizadas junto de grossistas e camionistas com actividade nos mercados abastecedores, bem como as efectuadas em mercados regionais.

O saldo da balança comercial no conjunto de todas as couves é positivo. Os principais compradores são a Alemanha (30%), a Espanha (28%) e o Reino Unido (23%) e a França (8%). Quanto à couve-flor e aos brócolos, o saldo comercial é altamente negativo, sendo importados principalmente da Espanha e Alemanha.

Relativamente à couve-de-bruxelas, o saldo da balança comercial é negativo, no entanto, o valor de vendas ao exterior tem aumentado nos últimos anos. No que respeita às aquisições deste tipo de couve, cerca de 56% e 32 % do valor foi proveniente de Espanha e Alemanha, respectivamente.

 

Nos próximos anos perspectiva-se a continuação do aumento da área de cultivo em estufa de couve penca e repolho, na área de mercado de Póvoa de Varzim-Esposende, como forma de ultrapassar condicionalismos climáticos, permitindo um abastecimento mais regular do mercado ao longo do ano.
 
   
 

tags:
publicado por Chicailheu às 09:48 | link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

mensagens em flash

 

Feliz e Saboroso Sábado para os bloguistas e visitantes deste blogue, com beijinhos e amizade.

publicado por Chicailheu às 09:44 | link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 03.02.10

Ingredientes

6 posta(s) de cação
2 unidade(s) de cebola em rodelas
6 colher(es) (sopa) de manteiga Mococa
quanto baste de sal
quanto baste de pimenta-do-reino branca
6 unidade(s) de tomate picado(s), sem pele(s), sem sementes
1 xícara(s) (chá) de salsão em cubos pequenos
2 xícara(s) (chá) de cenoura cozida(s) em rodela(s)
4 xícara(s) (chá) de batata cozida(s) em rodela(s)

Modo de preparo

Disponha as cebolas no fundo de uma forma refratária grande. Coloque as postas de peixe. Por cima, distribua 2 colheres de sopa de manteiga aos pedacinhos. Salpique os tomates, sal e pimenta.
Asse em forno quente durante 15 minutos. Junte os legumes bem escorridos e cubra com a manteiga ou margarina restante. Asse mais 20 minutos.

 

publicado por Chicailheu às 15:44 | link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Fevereiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
::RELÓGIO::
::SLIDES::
::MÚSICA DO BLOGUE::
últ. comentários
Como se prepara este marisco melhos este crustáceo
Comentário típico de alguém que NUNCA FEZ NADA NA ...
tem que ser faca eletrica?
pelos menos colocou uma receita para as pessoas pr...
Faça um molho cocktail de cavaco em vez de fazer a...
Olá bom dia!Somos produtores de chá preto e verde ...
Olá bom dia!Somos produtores de chá preto e verde ...
Meu amigo vç deve ser linguista ....mas pouco sabe...
Claro que um kilo de acucar para 500g de farinha, ...
Posts mais comentados
5 comentários
5 comentários
4 comentários
4 comentários
3 comentários
3 comentários
3 comentários
2 comentários
2 comentários
as minhas fotos
PRENDAS DE BLOGUES AMIGOS


::RELÓGIO::
blogs SAPO
subscrever feeds