Sexta-feira, 04.02.11

 

Há alguns alimentos que faço questão de introduzir no processo de reeducação alimentar e, um deles é o mel. Hoje vou falar um pouco das vantagens de se utilizar este alimento.


Durante muitos séculos a humanidade não conheceu outro alimento edulcorante que não fosse o mel de abelhas. Alimento natural, por excelência. Somente com o aparecimento dos açucares industrializados, de origem vegetal, passou o homem a substituir o mel de abelhas por outros alimentos adoçantes mais abundantes. Apesar disso, com o desenvolvimento moderno da ciência nota-se um retorno apreciável ao primitivo alimento graças as suas qualidades.Que falta nos açucares industrializados,por serem açucares (sacarose) de mais difícil digestão.Têm poucas vitaminas e são responsabilizados pelo aparecimento de algumas doenças,das chamadas "doenças da civilização(Diabetes e Descalcificação dos ossos)".


Composto por 17% a 20% de água, 76% a 80% de açúcar (50% glicose e 50% frutose) e pequenas quantidades de pólen, cera e sais minerais, o mel possui ainda inúmeras propriedades terapêuticas, flavonóides, proteínas, vitaminas e enzimas que melhoram o sistema imune, analgésica, anti-bactericida, antiinflamatória, funciona como laxante natural por ser um alimento pré-biotico, ou seja, alimento para as “boas bactérias” do intestino, também auxilia a digestão, e em estudos recentes atribui-se ainda, ao mel, o poder de revitalizar artérias e veias e reduzir os níveis de colesterol sanguíneo pelo seu poder antioxidante.


É diretamente assimilável pelo organismo, mesmo os mais debilitados, por ser já um açúcar invertido; é ótimo restaurador do sistema nervoso, graças a sua riqueza em tiamina e riboflavina, além de outras vitaminas.


Além de todos estes benefícios, o mel pode ser ótimo substituto do açúcar, já que o açúcar branco é fonte de calorias vazias e não oferece nenhum nutriente ao organismo. Para os praticantes de atividade física, é um ótimo repositor energético para ser consumido durante o treino, devido o seu conteúdo de glicose, já a frutose será armazenada no fígado na forma de glicogênio para ser utilizada quando o organismo precisar.


Mas atenção! Por possuir carboidrato simples (glicose) há a necessidade de evitar o consumo exagerado para manter a forma, duas colheres bastam para usufruir dos benefícios do mel, não precisa exagerar. Duas colheres de sobremesa, ao dia, são suficientes.


As crianças menores de um ano não devem consumir o alimento, pois há risco de alergia.


Algumas dicas de como incluir o mel na sua alimentação:
Durante a atividade física ele pode ser consumido em sache ou diluído em água ou suco natural;
Os méis mais escuros possuem mais propriedades nutricionais e aroma e sabor mais acentuados;

Só não vale aquecer no microondas, sob pena de perder sua ação nutritiva.

 

 

 

 

 

 

tags:
publicado por Chicailheu às 21:33 | link do post | comentar | favorito
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

::RELÓGIO::
::SLIDES::
::MÚSICA DO BLOGUE::
últ. comentários
Como se prepara este marisco melhos este crustáceo
Comentário típico de alguém que NUNCA FEZ NADA NA ...
tem que ser faca eletrica?
pelos menos colocou uma receita para as pessoas pr...
Faça um molho cocktail de cavaco em vez de fazer a...
Olá bom dia!Somos produtores de chá preto e verde ...
Olá bom dia!Somos produtores de chá preto e verde ...
Meu amigo vç deve ser linguista ....mas pouco sabe...
Claro que um kilo de acucar para 500g de farinha, ...
Posts mais comentados
5 comentários
5 comentários
4 comentários
4 comentários
3 comentários
3 comentários
3 comentários
2 comentários
2 comentários
as minhas fotos
PRENDAS DE BLOGUES AMIGOS


::RELÓGIO::
blogs SAPO