Quinta-feira, 27.08.09

 

 

 

 Pêssego

 

 

Nome científico: Prunus persica Família: Rosáceas Nome comum: pêssego, pessegueiro Origem: China Descrição e característica da planta: o pessegueiro é uma árvore perene, de porte médio a grande, mas, nas culturas comerciais, a copa não é grande, devido às podas de formação e de frutificação.

As podas de formação, nos dois a três primeiros anos, são básicas para que, no futuro, apresentem: boa frutificação, produção de frutos de boa qualidade, facilidade nos tratos culturais, facilidade no tratamento fitossanitário e na colheita.

A poda anual de produção é indispensável, porque a frutificação ocorre nos ramos que se desenvolvem no ano, após a dormência e a poda. Os ramos que produziram frutos não frutificam mais. Portanto, é necessário que se façam podas desses ramos durante o inverno e favoreça a formação de outros novos, todos os anos. Durante o verão, é necessário fazer ainda a eliminação de ramos ladrões, que são brotações vigorosas que crescem para cima, pois o excesso de ramificações prejudica o desenvolvimento dos frutos.

A execução de todos esses trabalhos não é difícil, mas é necessário orientação de técnicos treinados e com experiência. O pessegueiro é considerado planta de folhas caducas, porque ele perde as folhas durante o inverno, período de baixas temperaturas (abaixo de 7,2º C), quando a planta entra em dormência. As folhas têm as bordas serrilhadas ou onduladas, de cor verde-clara, com 10 a 20 centímetros de comprimento por 3 a 5 centímetros de largura e afiladas na extremidade apical. As flores podem ser pequenas, médias ou grandes, na dependência de variedades; de coloração branca ou levemente rosada e surgem sempre antes das folhas, após o período de dormência.

 

As flores são hermafroditas (têm os dois sexos na mesma flor) e autoférteis (podem ser autofecundadas). Os frutos têm um formato mais ou menos esférico, com pequenos pêlos aveludados na sua superfície e no interior de cada fruto contém um caroço grande, que é a semente. Os frutos podem ser do tipo caroço solto ou caroço preso à polpa e com polpa branca ou amarela e com áreas avermelhadas próximo à semente. As variedades com polpa macia, bem suculenta, doce e com caroço solto são para consumo de fruta fresca, enquanto que, para a indústria, a polpa é flexível, firme, o caroço preso à polpa, o qual não se desfaz durante o processo de industrialização. Os frutos, colhidos ainda na fase inicial de maturação, continuam o seu processo, mesmo depois de colhidos. Todos os frutos que têm essa característica são denominados frutos climatéricos.

Hoje, existem variedades que atendem, em parte, dupla finalidade, para consumo de fruta fresca e para indústria. Devido a existência de muitas variedades, todos os interessados no plantio de pessegueiro, devem se informar muito bem antes sobre a finalidade, as condições climáticas da região e o mercado. Isso porque, as variedades existentes são muito sensíveis às condições climáticas, principalmente em relação ao período de baixa temperatura para repouso hibernal.

Variedades selecionadas, para as condições de clima ameno, produzem bem, mesmo em condições de clima mais quente e menor período de baixa temperatura no inverno, o que não acontece com as variedades selecionadas para as regiões muito frias. Sabe-se que a dormência em pessegueiros é fundamental, para boa floração, frutificação e manutenção do vigor das plantas.

Variedades não adaptadas para regiões de clima muito quente e de dias longos, quando plantadas naquelas condições, as plantas apresentam florescimento e vegetação anormal e ocorre queda de frutos e de flores. A propagação é feita principalmente por enxertia em mudas de pessegueiro (porta-enxerto – variedade Okinawa, resistente ao nematóide de galhas) ou de ameixeira. A produção ocorre a partir do terceiro ou quarto ano após o plantio no campo.

tags:
publicado por Chicailheu às 07:50 | link do post | comentar | favorito
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Agosto 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
14
20
26
28
29
::RELÓGIO::
::SLIDES::
::MÚSICA DO BLOGUE::
últ. comentários
Como se prepara este marisco melhos este crustáceo
Comentário típico de alguém que NUNCA FEZ NADA NA ...
tem que ser faca eletrica?
pelos menos colocou uma receita para as pessoas pr...
Faça um molho cocktail de cavaco em vez de fazer a...
Olá bom dia!Somos produtores de chá preto e verde ...
Olá bom dia!Somos produtores de chá preto e verde ...
Meu amigo vç deve ser linguista ....mas pouco sabe...
Claro que um kilo de acucar para 500g de farinha, ...
Posts mais comentados
5 comentários
5 comentários
4 comentários
4 comentários
3 comentários
3 comentários
3 comentários
2 comentários
2 comentários
as minhas fotos
PRENDAS DE BLOGUES AMIGOS


::RELÓGIO::
blogs SAPO