Quinta-feira, 05.11.09

BACALHAU
Gadus morhua

Se pensa que o bacalhau é um peixe seco, triangular e achatado, está muito enganado!

O bacalhau é um peixe tal e qual como os outros, mas como estamos mais habituados a vê-lo seco ou no prato não o conseguimos imaginar de outra forma.

No entanto, é um animal muito interessante que vale a pena conhecer melhor.
O seu nome científico é Gadus morhua e os peixes da sua família chamam-se gadídeos.

 

Este é um dos peixes mais conhecidos das águas frias do mar Atlântico Norte (Islândia, Terranova, Gronelândia e Noruega), no Círculo Polar Árctico.

 

O bacalhau cresce bem rápido e as fêmeas são espectaculares no que diz respeito a terem filhotes: põem de 2 a 8 milhões de ovos por ano. Mas nem todos sobrevivem aos ataques das aves e de outros peixes predadores.

Um bacalhau pode viver até aos 25 anos. Desta forma podem chegar a um tamanho enorme. O maior bacalhau já pescado tinha quase dois metros e pesava 95 quilos. Era um animal enorme, do tamanho de um homem alto e grande. Um bacalhau de 20 anos pesa mais ou menos 50 quilos, o que também é bastante.

Apesar do bacalhau crescer muito depressa, as fêmeas só começam a procriar mais ou menos aos sete anos, quando atingem cerca de 45 centímetros.

 

O problema é que, muitas vezes, são pescados antes dessa idade e em grandes quantidades, o que faz com que este animal esteja quase em vias de extinção.

O bacalhau alimenta-se de peixes e crustáceos. Esta gula torna-o uma presa muito fácil, uma vez que praticamente não oferece resistência à captura.

Ainda por cima, apesar de nadarem habitualmente a mais de 200 metros de profundidade, deslocam-se em grandes cardumes, o que facilita a vida dos pescadores.

O bacalhau é uma animal simétrico, ou seja, o seu corpo é igual do lado direito e esquerdo, o que não é comum em todos os peixes.

Outra curiosidade é que não tem o corpo totalmente opaco: é translúcido. Ou seja, a luz passa através dele dando um efeito muito interessante.

Por estar habituado apenas a uma determinada temperatura, o bacalhau está sempre a viajar em grandes cardumes à procura de alimento. Por isso se diz que é um peixe migratório.

Eles se comunicam através de sons, alguns deles servem para atrair as fêmeas e manter à distância os machos rivais.

Sabia que no tempo dos vikings já se pescava bacalhau? E no século XVI os portugueses já levavam bacalhau seco (como o conhece hoje) nas suas viagens das descobertas.

 

Como os navegantes portugueses passavam longos períodos no mar e precisavam de um alimento nutritivo e bem conservado, o bacalhau era o ideal, pois mantém as suas propriedades nutritivas durante seis meses. Apesar de não haver bacalhau nas costas portuguesas, Portugal tornou-se o maior consumidor deste peixe em todo o mundo.
 

 

tags:
publicado por Chicailheu às 21:17 | link do post | comentar | favorito
Bia Delmaestro a 6 de Abril de 2012 às 13:30
Obrigadinha pela explicação detalhada e bem ilustrada =)
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

últ. comentários
Eu uso açúcar fino de pastelaria.
Vou fazer! Qual o açúcar que põem branco ou amarel...
Nagyon jó majd el készítem, de szeretném kérdezni ...
Ao verificar varias receitas acho a sua a mais ade...
Gosto desta receita de tangerina mas eu tenho 5 li...
Gostei desta receita. Era semelhante à da minha mã...
Como se prepara este marisco melhos este crustáceo
Comentário típico de alguém que NUNCA FEZ NADA NA ...
tem que ser faca eletrica?
Posts mais comentados
6 comentários
5 comentários
5 comentários
5 comentários
4 comentários
3 comentários
3 comentários
3 comentários
2 comentários
as minhas fotos
blogs SAPO